Robô anticorrupção identifica gastos suspeitos de políticos

800px-chamber_of_deputies_of_brazil_2

Um grupo de oito pessoas idealizou um projeto capaz de automatizar a fiscalização de cotas parlamentares através de um robô provido de inteligência artificial. Rosie, apelido carinhoso que faz referência ao robô dos Jetsons, é capaz de montar um banco de dados de irregularidades e, a partir dele, identificar se elas existem ou não nos pedidos de reembolso de deputados federais.

Os dados, disponíveis no site da câmara dos deputados, são analisados por Rosie e depois classificados como suspeitos ou não. Depois, um grupo de pessoas faz a análise manual de cada um deles.

Quando comprovada a suspeita, a denúncia é enviada à câmara dos deputados e uma auditoria é aberta. Até agora, o software conseguiu detectar mais de 3 mil reembolsos suspeitos, dos quais 849 foram auditadas por humanos. Inclusive, algumas restituições já foram feitas, como a do deputado Celso Maldaner (PMDB-SC), que devolveu 700 reais, referentes a refeições.

[…]

O grupo está agora abrindo um crowdfunding para financiar o projeto. Segundo eles, é possível estender o projeto não só para a câmara dos deputados, mas também o senado, prefeituras ou qualquer outro lugar onde exista o gasto de dinheiro por parte de pessoas físicas. “Estamos tornando a Rosie com código mais genérico, para extrapolar as suspeitas não só na câmara, mas também em outros lugares” conclui ele.


Matéria completa em: http://revistagalileu.globo.com/Tecnologia/noticia/2017/01/robo-anticorrupcao-identifica-gastos-suspeitos-de-politicos.html

GOSTOU DO CONTEÚDO?
Receba nosso conteúdo semanalmente por email!
Odiamos SPAM! Seu email nunca será compartilhado.