Receita Federal começa testes com inteligência artificial para ajudar no julgamento de processos

receita-federal

A Receita Federal deve aderir ao uso da inteligência artificial no setor jurídico da instituição. De acordo com o Valor, a Receita começou a testar softwares que possam ler autos, identificar alegações da defesa e elaborar propostas de decisão.

O objetivo é usar os computadores nos procedimentos de baixo valor e baixa complexidade, que hoje representam até 60% do estoque de processos parados da RF. O uso de inteligência artificial no exercício do Direito é um dos temas mais discutidos na atualidade.

O uso da computação cognitiva depois de analisar os resultados de 2017, quando a RF passou a usar a estratégia de concentrar os auditores nos processos acima de R$ 15 milhões. O resultado é que conseguiu julgar R$ 227 bilhões, valor 87% superior ao de 2016. O problema é que a estratégia não conseguiu diminuir o estoque.

A saída apontada pela Receita é o uso inteligência artificial. Inicialmente, os casos do uso da IA estão concentrados em processos abaixo de R$ 20 mil.


Mais detalhes em: http://www.valor.com.br/legislacao/5473055/receita-testa-inteligencia-artificial-em-julgamentos

GOSTOU DO CONTEÚDO?
Receba nosso conteúdo semanalmente por email!
Odiamos SPAM! Seu email nunca será compartilhado.