Empresa cria computador capaz de aprender com a própria memória

20161013100502_660_420

A DeepMind, empresa de inteligência artificial comprada por US$ 400 milhões pelo Google em 2014, revelou recentemente a criação de um novo tipo de computador capaz de aprender com dados armazenados em sua memória. A empresa chamou essas máquinas de Diferentiable Neural Computers (DNCs, ou ‘computadores neurais diferenciáveis’ em tradução livre).

Em um artigo científico publicado no periódico Nature, a empresa explica que o DNC consegue aprender a resolver problemas com base em informações registradas em sua memória. No artigo, os responsáveis pelo projeto mostraram como foi possível criar um computador desse tipo que conseguia, por exemplo, responder a informações de parentesco de uma árvore genealógica ou mesmo navegar por redes de metrô.

O DNC é composto basicamente por duas partes: um controlador (que, em vez de ser um processador como em computadores tradicionais, é uma rede neural) e a memória. O controlador é alimentado com informações, que ele grava na memória em locais específicos. Além disso, ele também cria ligações entre os locais nos quais os dados são gravados, o que lhe permite relacionar informações semelhantes.

Quando o DNC recebe um problema para resolver, ele recorre aos dados armazenados em sua memória e cria associações entre eles para resolvê-lo. Assim, ele se torna capaz, por exemplo, de responder a perguntas de árvore genealógica apenas com dados de parentesco. O vídeo abaixo ilustra essa capacidade do computador:


Matéria completa em: http://olhardigital.uol.com.br/pro/noticia/empresa-do-google-cria-computador-capaz-de-aprender-com-a-propria-memoria/63016

GOSTOU DO CONTEÚDO?
Receba nosso conteúdo semanalmente por email!
Odiamos SPAM! Seu email nunca será compartilhado.